Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Roteiro Doce - Os Ovos Moles de Aveiro

por Os bloggers, em 28.02.15

Os Ovos Moles de Aveiro são uma das maravilhosas heranças da doçaria conventual portuguesa, tendo sido incluídos pela Comissão Europeia na lista de denominações de indicações geográficas protegidas (IGP). Como o nome indica, são típicos de Aveiro, mas a sua fama é tão grande, que se podem encontrar em qualquer recanto deste nosso Portugal. Já Eça de Queirós os elogiava nos Maias!

 

Consta que até ao século XIX as freiras utilizavam as claras de ovo para engomar os seus hábitos. E o que fazer às gemas? Ora, doces conventuais, nem mais! É esta a origem de muita da doçaria conventual portuguesa e os Ovos Moles não são excepção! Felizmente que o segredo de tais iguarias saltou os conventos e foi perpetuando até aos dias de hoje.

 

Os Ovos Moles são feitos simplesmente com ovos e açúcar, minuciosamente misturados, obedecendo a um conjunto de procedimentos para que saiam perfeitos. Frequentemente são envoltos em hóstia (massa especial de farinha de trigo) e assumem a forma de conchas, amêijoas ou búzios... finamente selada com uma calda de açucar. O creme dos Ovos Moles pode também ser comercializado em pequenas barricas de madeira ou taças, com pinturas dos moliceiros de Aveiro. Deliciosos!

ovos-moles.jpgEm Aveiro há várias fábricas de Ovos Moles, que podem ser visitadas, dando a conhecer e a degustar estas pequenas maravilhas. E porque não ir até Aveiro, comer uns Ovos Moles e passear num moliceiro? Rima perfeita!

 

Se não conseguir ir até Aveiro e estiver perto de Lisboa, está com sorte! Muita sorte! Abriu a Casa dos Ovos Moles na Calçada da Estrela! Este espaço vem complementar um primeiro espaço do mesmo grupo, aberto no Mercado de Campo de Ourique, desde o início de 2014. Esta nova loja serve pequenos-almoços e lanches e abriu numa antiga drogaria, mantendo o chão e as montras originais. Para além dos Ovos Moles pode deliciar-se com outros doces conventuais, vinhos, licores e adquirir louça Bordallo Pinheiro. 

 

De que é que está à espera? Nós já estamos a caminho, encontramo-nos lá!

 

Website: https://www.facebook.com/casadosovosmolesemlisboa

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:06

Chegou a Sexta-feira!

Provavelmente o primeiro pensamento que nos passa pela cabeça é que vamos finalmente poder aproveitar o sofá super confortável que temos na sala, mas só no Sábado, porque para Domingo nós temos uma sugestão muito melhor!

 

E a nossa sugestão é... Visitar alguns dos nossos marcos históricos, artísticos e culturais pela módica quantia de.... 0€! É isso mesmo, gratuitamente. A iniciativa repete-se no primeiro Domingo de cada mês e abrange os monumentos geridos pela Direcção Geral do Património Cultural (DGPC).

E como Domingo dia 1 de Março de 2015 é o primeiro Domingo do mês, deixamo-vos a lista dos monumentos que podem visitar um pouco por todo o país.

Vamos vestir a roupinha de turista na nossa terrinha e aproveitar estas borlas?

 

Museu Nacional Soares dos Reis, Porto

Museu Nacional Machado de Castro, Coimbra

Museu Monográfico de Conímbriga, Condeixa-a-Nova (Coimbra)

Museu Grão Vasco, Viseu

Mosteiro de Alcobaça, Alcobaça

Mosteiro da Batalha, Batalha

Convento de Cristo, Tomar

Palácio Nacional de Mafra, Mafra

Casa-Museu Dr. Anastácio Gonçalves, Lisboa

Museu de Arte Popular, Lisboa

Museu do Chiado - Museu Nacional de Arte Contemporânea, Lisboa

Museu da Música, Lisboa

Museu Nacional de Arqueologia, Lisboa

Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa

Museu Nacional do Azulejo, Lisboa

Museu Nacional dos Coches, Lisboa

Museu Nacional de Etnologia, Lisboa

Museu Nacional do Teatro, Lisboa

Museu Nacional do Traje, Lisboa

Palácio Nacional da Ajuda, Lisboa

Mosteiro de Jerónimos, Lisboa

Panteão Nacional, Lisboa

Torre de Belém, Lisboa

 

Outros museus que têm sempre entrada gratuita aos domingos:

Casa das Histórias Paula Rego, Cascais

Museu Calouste Gulbenkian, Lisboa (todo o dia de domingo)

Museu da Eletricidade, Lisboa (sempre gratuito)

Museu da Marioneta, Lisboa (domingo de manhã)

Museu de Serralves, Porto (domingo de manhã)

 

DSC04790.jpg

Sugestão: Palácio Nacional de Mafra - Mafra

 

Website: http://www.patrimoniocultural.pt/pt/

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:22

Fevereiro está quase a chegar ao fim, daqui a nada estamos na Primavera e começam a aparecer aqueles fins-de-semana com uma temperatura amena e um Sol radioso, convidativos a passeios pela natureza.

Sugerimos vivamente que num desses fins-de-semana se perca pelo Bacalhôa Buddha Eden.

 

O Bacalhôa Buddha Eden é o maior jardim oriental da Europa, com cerca de 35 hectares. Situa-se na Quinta dos Loridos (que data de 1430), muito perto do Bombarral e que é desde 1989 propriedade da empresa que é hoje a Bacalhôa Vinhos de Portugal.

O jardim nasceu em 2001, pela mão do Comendador José Berardo e como sinal de homenagem à destruição das milenares estátuas de Budas Gigantes de Bamyan, no Afeganistão, pelos talibãs.

 

DSC03341.jpg

 

DSC03346.jpg

 

Este enorme Jardim da Paz está edificado numa bela zona rural do Oeste de Portugal, onde as suas estátuas contrastam, mas não destoam, da paisagem que o rodeia. No jardim há um extenso arvoredo de sobreiros e carvalhos, um lago artificial com carpas chinesas e centenas de estátuas em terracota, mármore e granito de Buda e outras divindades orientais. A escadaria central é o ponto focal do jardim, onde os Buddha dourados fazem as delícias dos visitantes. O exército de 700 soldados de terracota pintados à mão tem também um grande impacto visual.

 

DSC03333.jpg

 

DSC03347.jpg

 

Foram utilizadas mais de 6 mil toneladas de mármore e granito para edificar esta obra monumental, mas o número não se vai ficar por aqui, porque o jardim está ainda em crescimento.

O jardim pode ser visitado todos os dias, das 9 às 18 horas, pela módica quantia de 2,5 euros (grátis até aos 12 anos).

 

DSC03353.jpg

 

DSC03370.jpg

 

Mas não é tudo! Se for apreciador de vinhos, a Quinta dos Loridos tem uma enorme Loja de Vinho, onde pode encontrar uma vasta gama de vinhos, espumantes, aguardentes e moscatéis, de todas as empresas da Bacalhôa (Aliança Vinhos de Portugal, Bacalhôa Vinhos de Portugal, Quinta do Carmo e Quinta dos Loridos).

 

E como não há duas sem três, ainda temos outra “surpresa”… A Quinta dos Loridos pertence à freguesia do Carvalhal. E questionam-se vocês? Carvalhal? Sim, é como quem diz Beirais (“Bem-Vindos a Beirais”), a série portuguesa que passa na RTP1 de segunda a sexta feira após o telejornal . É um local pitoresco e quem sabe se até se cruza com o Diogo, a Alzira, o Tozé, o Moisés ou o Joaquim…

 

DSC03406.jpg

 

DSC03409.jpg

 

Foi um dia muito bem passado, por isso faça como nós, perca-se pela freguesia do Carvalhal, que não se vai arrepender!

Como gostamos de aproveitar o melhor do nosso país aos melhores preços, sugerimo-vos que cliquem aqui para aproveitar a promoção da Odisseias.

 

Website: http://www.buddhaeden.com

Facebook: https://pt-pt.facebook.com/BuddhaEdenPortugal

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:29

Roteiro Foodie - Jantar "À Parte"

por Os bloggers, em 25.02.15

Hoje damo-vos a conhecer um pouco de um restaurante que faz as delícias de quem procura uma cozinha gourmet, com requinte, bem confeccionada e com apresentação cuidada, mas em doses normais ao contrário das pequenas amostras de comida no centro do prato a que a cozinha gourmet nos habituou.

 

O Restaurante À Parte situa-se numa antiga casa no Saldanha em que os proprietários mantiveram as divisões da casa criando vários ambientes, desde o mais minimalista e requintado ao mais pitoresco. O restaurante conta também com duas agradáveis esplanadas.

 

Como fomos em grupo e éramos bastantes, calhou-nos a cozinha, sim leram bem, a cozinha! Não se assustem, não tivemos que ajudar na confecção da comida nem saímos de lá com a roupa a cheirar a comida.

Esta sala é basicamente a cozinha da casa que foi transformada numa agradável sala de refeição e que parece que parou no tempo. Tem as paredes decoradas com os utensílios típicos de uma cozinha antiga, desde o martelo de bife ao passe vite, tem um fogão a lenha e outros elementos de decoração que nos levam a viajar ao tempo dos nossos avós.

 

 

Restaurante-À-Parte-Cozinha.jpg

 

 Mas vamos ao que interessa, a comida! Nós escolhemos o Espadarte Grelhado com Risotto de Camarão e o Bife à Chefe com molho de vinho tinto, no resto do grupo os pratos que imperaram foram as Gambas Escaladas com Risotto do Mar e o Camarão Tigre com Risotto de Cogumelos. A opinião final foi unânime, todos os pratos estavam deliciosos, mas no caso do Bife à Chefe que é acompanhado com batatas fritas, desiludiu pelas batatas fritas pré-congeladas, uma pequena falha que não se admite neste tipo de restaurante.

 

10394137_832521096813155_1762730083013341957_n.jpg

 

10991126_847075072024424_6155744258072058050_n.jpg

 

Terminada a refeição, é altura das sobremesas, que nos são apresentadas numa bandeja para podermos escolher enquanto as "devoramos com os olhos". A escolha não é fácil, têm todas um aspecto fantástico mas lá nos decidimos pelo Doce de Natas com Leite Condensado e pelo Tiramisu de Caramelo, que estavam igualmente boas.

 

1172477_186636471527283_1754078057_n.jpg

10171178_758088270923105_3061824827902664470_n.jpg

 

 

O restaurante conta ainda com uma extensa carta de vinhos do Douro, Alentejo entre outros. Ao almoço tem pratos do dia a preços bastante convidativos.

Ficaram com vontade de conhecer? Nós adorámos a experiência e de certeza que vamos repetir porque ficámos curiosos para conhecer as restantes salas e esplanadas.

 

Website: http://www.a-parte.com

Facebook: https://pt-pt.facebook.com/pages/%C3%80-Parte/233769816688289

 

(As fotos foram retiradas do facebook oficial)

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:04

O Palacete Chafariz D'el Rei é um tesouro escondido em Alfama, com vistas para o Tejo, que vale muito a pena descobrir. É daqueles sítios mágicos, que nos fazem sentir bem. Trata-se de um edifício emblemático, construído em 1909 e remodelado em 2007, em estilo neo-mourisco, com interiores que espelham a Arte Nova Brasileira. Foi outrora a casa de uma família aristocrática no século XIX.

 

DSC05206.jpg

 

DSC05204.jpg

A entrada 

 

O Palacete alberga actualmente um hotel, constituído por seis suites de luxo, onde os hóspedes podem desfrutar de um ambiente único e cheio de requinte, que conjuga na perfeição o glamour da época, com o conforto actual.

A pontuação no Booking é de 9.6, muito promissora! Como não há bela sem senão, são relativamente caras para a bolsa de muitos portugueses, mas poderão ser uma excelente opção para uma ocasião especial.

Infelizmente ainda não experimentámos as suites, mas experimentámos o Salão de Chá, que é magnífico! Na Sala dos Espelhos do Palacete está em funcionamento o Salão de Chá do Chafariz D’el Rei onde são servidos brunchs, chás, bolos caseiros e doçaria portuguesa (Quarta a Sexta das 12h às 19h e ao fim-de-semana das 11h às 20h).

 

DSC05209.jpg

 

DSC05216.jpg

Salão de Chá 

 

O espaço é muito confortável e requintado, por breves instantes sentimo-nos a viajar no tempo! A decoração é pensada ao pormenor e os funcionários são bastante atenciosos. Como fomos durante a tarde, ficamo-nos pelo chá e pelos scones. O lanche soube muito bem! Os scones estavam quentinhos e muito saborosos, foram feitos na hora. Ah! E um pormenor interessante, todos os produtos são de origem portuguesa. Ficou a curiosidade para experimentar o brunch… Que segundo consta é dos melhores de Lisboa! Contrariamente aos tradicionais brunchs, este é servido à mesa. Por 18€ pode usufruir desta refeição, que inclui: pão, croissants, queijo, carnes frias, manteiga, compotas caseiras, taça de fruta e sumo natural. Depois ainda pode escolher entre ovos com espargos, farinheira, simples ou estrelados. Salmão, Bacon ou Tomate com mozzarella. E ainda uma bebida quente, entre chás, cafés ou chocolate quente.

Não abandone o local sem visitar a magnífica varanda com vista para o Tejo! Quando chegar, não se intimide, toque à campainha e será recebido com um rei!

 

 

DSC05220.jpg

 

DSC05222.jpg

   

 

Website: http://www.chafarizdelrei.com/viewPage.php?idPage=1

Facebook: https://pt-br.facebook.com/Chafarizdelrei

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:17

Não somos viciados em televisão, habitualmente ficamo-nos pelos filmes, porque o tempo para acompanhar religiosamente uma série não é muito. Mas afortunadamente vimos o primeiro episódio de El Príncipe, que nos prendeu o resto da semana aos serões da RTP2. E esta hein?

 

El Príncipe é a nova série espanhola, que estreou na RTP2 há precisamente uma semana, sendo transmitida de Segunda a Sexta às 22h.

A série, produzida pela Telecinco, relata um enredo actual e está envolta em acção e mistério. Foi inspirada em factos reais e narra a história de um amor impossível, que mistura espionagem e terrorismo, num cenário de rara beleza, o bairro de El Príncipe, em Ceuta. Foi a série mais vista em Espanha nos últimos 2 anos, superando largas expectativas de audiências. Já conta com 2 temporadas, a primeira com 13 episódios e a segunda a estrear brevemente (2 de Março em Espanha) com 16 episódios. A primeira temporada foi nomeada para o Festival das Criações Televisivas de Luchon (França) e na internet o sucesso de El Príncipe também é evidente, com milhares de comentários nas redes sociais. Ficou curioso?

Não perca! Não se vai arrepender!

 

principe.jpg(Elenco principal)

 

Website: http://www.telecinco.es/elprincipe/

IMDB: http://www.imdb.com/title/tt2651246/

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:10

Roteiro Foodie - Gustus & Sushi Alentejano

por Os bloggers, em 18.02.15

Gustus & Sushi Alentejano… Ou como quem diz, uma experiência gastronómica divinal!

Nos tempos modernos o Sushi tornou-se quase viral… Apesar dos resistentes (como em tudo na vida), tornou-se adorado pela maioria. E comida alentejana? Quem é que não gosta de um prato típico do nosso Alentejo? Todos gostam! E assim, do casamento perfeito entre o sushi e os melhores petiscos lusitanos, nasceu o mais original sushi do mercado!

 

O Restaurante Gustus & Sushi Alentejano nasceu em Lisboa, na Rua Ramalho Ortigão (junto ao metro de São Sebastião), em 2009. Tinha inicialmente outro nome (Eddy’s Kitchen), mas em 2010 cresceu e foi baptizado com o nome actual.

Neste restaurante há pratos para todos os gostos: petiscos, pratos tradicionais portugueses, hambúrgueres, sushi alentejano e sushi tradicional.

 

Vamos concentrar-nos no sushi alentejano, que é de facto o que o restaurante tem de mais original!

É uma combinação pouco provável, mas perfeita! A delicada junção do porco preto, javali, bacalhau, carapauzinhos, migas, alheira, farinheira e morcela, com o requinte do sushi, proporcionam uma experiência gastronómica imperdível!

 

IMG_20150131_214015.jpg

 

Algumas das iguarias presentes na foto:
Uramaki's fritos (à direita) de Salmão, Manga e Pera, Philadelphia, Cenoura, Goiabada, Daikon

(À esquerda)
Uramaki's de salmão, porco preto, alheira, frango, porco preto à javali, brás de bacalhau
Nigiri's de alheira, morcela, farinheira com abacaxi

 

Andávamos há séculos para provar a iguaria, mas nunca tinha surgido o momento ideal… Bem, o que andávamos a perder!

E para aqueles que depois desta explosão de sabores precisarem de um docinho para finalizar, o bolo de chocolate sem farinha é delicioso!

 

IMG_20150131_222936.jpg

Ainda aí está? Espere só um pouco, é que as boas notícias não se ficam por aqui… A Odisseias está com uma promoção óptima para o Gustus que nos permite conhecer um bocadinho de cada uma destas iguarias a um preço fantástico! Vá, não se atrase!

PS: Damos uma ajudinha, clique aqui!

 

Website: http://www.gustusrestaurant.com/#/inicio

Facebook: https://www.facebook.com/gustusrestaurant

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:20

Carnaval de Veneza

por Os bloggers, em 15.02.15

Em pleno Carnaval nada melhor do que espreitar as origens e tradições de um dos mais famosos e encantadores carnavais do mundo… O Carnaval de Veneza!

 

O Carnaval de Veneza, como o conhecemos, nasceu a partir de uma tradição do século XVI, em que os membros da nobreza se disfarçavam para sair às ruas e foliar com o povo. Para além da diversão, o Carnaval era uma excelente oportunidade para conhecer novos amores e uma das formas de fazer a corte às mulheres, sob a magia do disfarce. Desde então as máscaras são o elemento mais figurativo deste Carnaval. Há no entanto registos de importantes festejos carnavalescos em Veneza que datam do longínquo século XI.

O Carnaval de Veneza dura cerca de 10 dias, sendo o ponto mais alto o fogo-de-artifício na terça-feira gorda à noite. Ocorrem vários bailes e desfiles pela cidade, a Praça de São Marcos é invadida pelos habitantes da cidade e por turistas. A elite refugia-se em majestosas mansões, castelos e hotéis de luxo, onde bailam ao som de valsas (embora o samba teime cada vez mais em aparecer também!).

 

72_venice_carnival.jpg

 

A indumentária carnavalesca consiste em glamorosos vestidos e belos fatos dos séculos XVII e XVIII, sem nunca esquecer o elemento principal – a máscara!

As máscaras são predominantemente brancas, prateadas ou douradas. São habitualmente caras, mas há preços e materiais para todos os gostos. Quanto às fatiotas, há sempre a opção de alugar uma vestimenta à altura do evento.

A máscara mais famosa é a ‘bauta’, máscara branca e com formato de um bico, complementada por um chapéu de três pontas, um casaco amplo e uma capa preta de seda, a qual reveste os ombros e o pescoço, reproduzindo desta forma a imagem do nobre de Veneza.

Hoje em dia a máscara é muito mais do que um símbolo carnavalesco, mas uma imagem de marca da cidade. Existem em Veneza cerca de dois mil fabricantes de máscaras, verdadeiras obras de arte feitas de couro, gesso, pasta de papel, alumínio ou seda.

Vamos embarcar para Veneza? Ainda chegamos a tempo do auge da festa, Terça-feira!!!

 

Veneza-Carnaval-3.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:46

É quase quase quase dia dos namorados… E quem é que não pensa em sítios românticos?

 

Foi ontem que aterrámos no H2otel Congress & Medical Spa… Foi uma estadia curta, mas super agradável!

O H2otel Congress & Medical Spa situa-se em Unhais da Serra, muito perto da Covilhã, e a 30 minutos ou 1 hora (dependendo por onde se faz a escalada) da Torre da nossa Serra da Estrela.

Foi em Unhais da Serra, uma pequena freguesia genuinamente portuguesa, num vale glaciar da Serra da Estrela, com águas termais, a 750 metros de altitude, que em 2008 nasceu o hotel de montanha H2otel Congress & Medical Spa. O turismo da Estrela nunca mais foi o mesmo…

 

Trata-se de um hotel de 4 estrelas, com 90 quartos, perfeitamente integrado na paisagem, doce, acolhedor e romântico. Os funcionários são simpáticos. A decoração bem pensada.

Os quartos são super confortáveis, espaçosos, com cores quentes e com vista para os Montes Hermínios salpicados de branco! Perfeito para namorar! Na casa de banho o recanto com os produtos de higiene é visualmente muito apelativo, apenas a lamentar que os mesmos produtos tenham inscrições em várias línguas, menos na de Viriato (o pastor dos Montes Hermínios).

Um dos principais ex-libris do hotel é o Aquadome - Termas de Unhais da Serra, que se divide em 4 sectores: Aqualudic, Aquatermas (SPA Termal), Aquacorpus (área de Welness) e Aquafisio (centro de fisioterapia).

A utilização do Aqualudic está disponível para todos os hóspedes sem qualquer custo adicional. Trata-se de um espaço idílico, com piscinas hidrodinâmicas de água quente, (interiores e exteriores) e um circuito celta constituído por sauna, sauna com cromoterapia, banho turco, Hamman e duche contraste. Adorámos cada recanto! Foi particularmente saborosa a sensação de poder nadar do interior para o exterior do edifício, sempre com água quentinha, protegendo e contrastando com o frio da rua (qual Islândia aqui tão perto!).

 

Ao jantar optámos por ficar no próprio restaurante do hotel. As referências eram boas e as expectativas não saíram defraudadas. Optámos pela opção de buffet, estava tudo muito bom, mas as entradas primaram pela excelência!

 

O pequeno-almoço, com vista para uma das encostas da Serra, sob um Sol radioso (mas mentiroso), também soube muito bem! Apenas a registar a ausência de sumo de laranja natural, substituído por uma imitação pouco perfeita e demasiado doce (infelizmente esta tem sido uma triste constatação nos últimos hotéis onde temos estado). Pequeno pormenor que em nada perturbou a nossa feliz estadia! Ah! Não se espante se a maioria das pessoas estiverem confortavelmente de roupão a tomar o pequeno-almoço… O hotel fornece os roupões e chinelos para uso no Aqualudic e é habitual circular livremente com eles pelo hotel.

 

O hotel dispõe ainda de Salas de Congressos e Reuniões e Salas de Banquetes, Lounge e Lounge Bar com esplanada, Loja Gourmet, Sala de Jogos "Media Center", Ginásio e um amplo Parque de Estacionamento.

 

Ainda está aí ou já se pôs a caminho de Unhais? Uma dica, não fique triste por quase todos os fins-de-semana dos próximos meses estarem praticamente lotados, arranje 2 dias de férias e vá durante a semana, saí mais barato e pode desfrutar do Aqualudic com menos agitação!

Nós adorámos! E vocês? Divirtam-se!

 

Website: http://www.h2otel.com.pt/

Facebook: https://www.facebook.com/h2otel

 

 O exterior
 

DSC04977.jpg

 

DSC05004.jpg

 DSC05013.jpg

DSC04981.jpg

 

 

 O interior
 

DSC04988.jpg

 

DSC04996.jpg

 

DSC04995.jpg

 
 

DSC04970.jpg

 DSC04972.jpg

 

DSC04974.jpg

 
 

IMG_20150213_102835.jpg

 

IMG_20150213_103319.jpg

 

IMG_20150213_110750.jpg

 

IMG_20150213_111214.jpg

 

IMG_20150213_111517.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:42

Uma mentira inspiradora

por Os bloggers, em 11.02.15

Já muitos devem ter visto, outros devem ter passado os olhos pelo título e provavelmente ignoraram ou acharam que era mais um vídeo viral sem interesse, mas vale a pena ver cada segundo e ouvir com atenção.

 

Na verdade trata-se de uma campanha publicitária da seguradora MetLife a um dos seus produtos. Com o título "A história do meu pai", o vídeo conta a história da relação entre pai e filha, em que esta, através de um trabalho escolar, lhe mostra que apesar da sua tenra idade, tem a verdadeira noção de todo o esforço que ele faz todos os dias após a deixar na escola para lhe proporcionar a educação e infância a quem tem direito.

 

Deixo-vos com o vídeo.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:29

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Links

  •  



  • subscrever feeds


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.