Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Portugal foi eleito "Melhor Destino do Mundo" nos World Travel Awards, Lisboa é o "Melhor Destino para City Break" e a Madeira o "Melhor Destino Insular", não podíamos deixar passar esta excelente notícia sem fazer este post!

Um dos principais motivos da criação do blog foi precisamente dar a conhecer o nosso Portugal. Adoramos viajar pelo nosso País pela grande diversidade de paisagens e por nos proporcionar quase todas as experiências que se podem encontrar pelo mundo fora (menos observar as Auroras, o que é uma pena!). Depois há aqueles cantinhos mais escondidos que partilhamos na rúbrica Portugal Escondido.

 

Por isso, em jeito de comemoração deste prémio que também é de todos Nós pela capacidade de bem receber quem nos visita, partilhamos algumas fotos, da nossa autoria, de Portugal no geral, de Lisboa e arredores e da Madeira.

DSC05218.jpgDSC00949.jpgDSC00655.jpgDSC02282.jpg

DSC01031.jpgIMG-20160427-WA0001.jpgDSC09998.jpgDSC02555.jpgDSC02207.jpgDSC02165.jpgDSC03647.jpgDSC03262.jpgDSC01945.jpgDSC09303.jpgDSC08470.jpgDSC07327.jpgDSC00733.jpgDSC04644.jpgDSC04640.jpg_DSC8460.jpgDSC06086.jpgDSC00130.jpgDSC00292.jpgDSC00548.jpgDSC00166.jpgDSC00573.jpg

Bons passeios! E que alguns sejam também "cá dentro"!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Voltinhas pela Galiza

por Os bloggers, em 11.12.17

Depois de 2 dias em Santiago de Compostela regressámos calmamente até Portugal e parámos nalguns pontos estratégicos.

O primeiro sítio em que parámos, e que vamos querer um dia voltar, foi a Ilha da Toxa (ou Toja), junto ao Grove. Conhecem?

DSC03525.jpgDSC03527.jpg

Trata-se de uma pequena Ilha, banhada pela Ria de Arousa, onde consta que se cria o melhor marisco do mundo. Neste pequeno pedaço de terra há a promessa de poder desfrutar de bons hotéis, centros de spa, de praia para a Ria de Arousa ou de apanhar um barco para aproveitar os prazeres de um simples passeio ou visitar os viveiros de marisco. Ficámos curiosos!

A Ilha da Toxa está ligada a terra por uma ponte que a liga ao Grove. O Grove tem um importante porto pesqueiro que serve a Ria. Daqui podem apanhar-se inúmeros barcos que levam os turistas até aos viveiros de marisco, principalmente de mexilhão. Muitos destes passeios incluem degustações de marisco. Para além disso no Grove é possível apanhar barcos para algumas das Ilhas da Galiza, como as famosas Ilhas Cíes. Quando passámos por este local estava tudo muito parado, por ser Outuno, mas percebemos que no Verão há imensos barcos a sair com turistas para as mais diversas actividades.

DSC03530.jpgDSC03533.jpg

Continuámos a nossa viagem com destino a Vigo e com uma breve paragem em Pontevedra.

DSC03534.jpg

Em vigo percorremos a pé a principal rua de comércio da cidade (Príncipe), onde é possível apreciar alguns marcos da cidade.

O passeio demorou cerca de 1 hora e começou na confluência das ruas Urzáiz e Príncipe, cujo pitoresco poste de iluminação, desenhado por Jenaro de la Fuente em 1932, é um dos pontos de encontro habituais dos Vigueses. Do mesmo local é possível apreciar o Museu de Arte Contemporâneo de Vigo, outrora prisão e tribunal.

DSC03544.jpgDSC03545.jpg

Mais à frente encontramos o Sireno, escultura do galego Francisco Leiro, que representa a união dos Vigueses com o mar através de um híbrido entre homem e peixe, um dos símbolos da cidade. Mais à frente encontramos a Praça da Princesa e a Praça da Constitucion, locais genuínos. Pelo caminho cruzámo-nos com o Dinoseto, um arbusto na forma de um simpático dinossauro com a sua cria.

DSC03547.jpgDSC03549.jpgDSC03555.jpgDSC03562.jpgDSC03569.jpg

Estava na hora de voltar para o carro e o próximo destino foi a zona das praias de Vigo. Daqui apreciámos bem de perto a silhueta da Ilha de Toralla e das Ilhas Cíes, conhecidas como o maior tesouro da Ria de Vigo, escondendo algumas das mais belas praias do mundo. Estas ilhas só estão abertas ao público no Verão e têm regras de utilização restritas, no sentido de preservar o património ambiental, com uma fauna e flora únicas.

DSC03575.jpgDSC03576.jpgDSC03577.jpg

Temos imensa curiosidade de conhecer as Ilhas Cíes, por isso tencionamos voltar num dos próximos Verões até à Galiza. Por agora ficou feito o reconhecimento do terreno!

E vocês, já andaram por estas paragens?

Que segredos nos contam?

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Hotel catita em Santiago de Compostela

por Os bloggers, em 07.12.17

Durante a nossa escapadinha em Santiago de Compostela ficámos duas noites no Deniké by Atalaia Hoteles.

DSC03473.jpg

Escolhemos o hotel com base nas informações do Booking. O objectivo era ficar num sítio que permitisse visitar a cidade a pé, giro e preferencialmente económico. A pesquisa e a pontuação de 9.2 não nos enganaram, porque fomos bem sucedidos!

DSC03348.jpg

O  Deniké by Atalaia Hoteles é um sítio simples, mas moderno, acolhedor e a dois passos de tudo. É um hotel quase familiar situado num edifício restaurado numa rua pedonal e apresenta quartos modernos e contemporâneos, com acesso Wi-Fi gratuito.

DSC03494.jpg

O pequeno-almoço não tinha a variedade de grandes hotéis, mas a comida era bastante saborosa e fresca. Destacamos, e temos mesmo de destacar, o facto do sumo de laranja ser (mesmo) natural (feito na hora) e de termos café Nespresso à disposição. Estes pequenos grandes pormenores por vezes não se encontram em hotéis com o máximo das estrelas!

DSC03491.jpg

Há ainda que realçar que as funcionárias eram super simpáticas e atenciosas.

Recomendamos sem dúvida este hotel a quem queira visitar Santiago de Compostela, excepto se existir alguma limitação para subir escadas (porque não há elevador).

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Ainda por caminhos de Santiago

por Os bloggers, em 06.12.17

Como o prometido é devido, aqui fica o resto da nossa escapadinha por Santiago de Compostela.

Já vos falámos da magia da Catedral de Santiago de Compostela e de parte da sua história e segredos.

Apesar de efectivamente a Catedral ser o ex-libris da cidade, existem outros pontos de interesse.

 

- Santa Maria La Real de Sar:

Esta igreja fica a cerca de 15 minutos a pé do centro histórico da cidade. As suas origens remontam a 1136, quando se fundou a primeira comunidade Agustina da Galiza, tornando-se num importante cento eclesiástico da cidade.Da época medieval conserva-se grande parte do claustro. Quer no exterior, quer no interior, chama bastante atenção o facto dos pilares estarem inclinados, o que se deverá a deficiências na construção, associado à natureza pantanosa do terreno. Em anexo encontr-ae o Museu de Arte Sacra, com valiosas peças históricas e documentais.

DSC03438.jpgDSC03440.jpgDSC03445.jpgDSC03446.jpgDSC03448.jpg

 

- Parque da Alameda:

Trata-se de um bonito e agradável parque muito perto da Catedral e com bonitas vistas para a Catedral e para a parte mais moderna da cidade. É constituído por 3 sectores: o passeio da Alameda, a Capela de Santa Susana e o passeio da Ferradura. É desde o século XIX o ponto de referência mais importante para passeios e lazer de locais e turistas, um espaço muito acolhedor, uma espécie de salão natural.

DSC03449.jpgDSC03456.jpgDSC03460.jpgDSC03462.jpgDSC03466.jpgDSC03468.jpgDSC03472.jpg

 

- Mercado de Abastos:

Os mercados de nuestros hermanos têm todos um charme especial e este também não foge à regra. Não tem o mesmo encanto que La Boqueria em Barcelona ou que o mercado de Valência, mas não deixa de ser um espaço interessante para se visitar.

DSC03511.jpgDSC03510.jpgDSC03509.jpgDSC03508.jpgDSC03514.jpg

 

A nossa visita a Santiago de Compostela acabou com a visita ao mercado, depois de termos pernoitado duas noite em Santiago, Ainda era cedo, por isso calcurreámos alguns pontos de interessa da Galiza antes de voltar até Portugal.

DSC03522.jpg

Novidades em breve...

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Um pulinho até Santiago de Compostela

por Os bloggers, em 05.12.17

No início de Novembro, juntando uns dias de férias ao feriado, demos um pulinho até Santiago de Compostela.

Já há muito tempo que tencionávamos conhecer Santiago de Compostela, mas nunca tinha calhado... até que finalmente chegou a altura de nos pôrmos a caminho de Santiago (mas de carro)!

DSC03517.jpg

Santiago de Compostela situa-se no país vizinho, na Galiza, muito perto da fronteira com o Minho.

Era hora de jantar quando chegámos ao nosso destino. Estacionámos num dos muitos parques que existem à volta do centro histórico, deixámos as malas no hotel (estrategicamente seleccionado, a 5 minutos a pé da Catedral) e fomos jantar.

Degustámos umas tapas maravilhosas na La Bodequilla de San Roque, um sítio com muitas pessoas locais, o que considerámos bom sinal. Escolha acertada! Voltámos ao hotel de barriga aconchegada!

IMG_20171031_222438.jpgIMG_20171031_222850.jpg

Escolhemos o hotel com base nas informações do Booking. O hotel eleito foi o Deniké by Atalaia Hoteles, um sítio simples, mas moderno, acolhedor e a dois passos de tudo (deixamos uma foto da vista da janela do nosso quarto e falaremos melhor num próximo post).

DSC03348.jpg

No dia seguinte calcurreámos a cidade. Apesar do tempo cinzento, a chuva não apareceu, o que permitiu a visita pedonal a todo o centro histórico da cidade.

DSC03351.jpgDSC03435.jpgDSC03436.jpg

No centro histórico destaca-se inevitavelmente a Catedral de Santiago de Compostela.

A Catedral é o símbolo da cidade; a cidade que que se ergueu à sua volta.

DSC03401.jpg

Esta obra prima foi construída entre 1075 e 1128, em honra do Apóstolo Santiago Maior, que difundiu a Cristianismo na Península Ibérica e que ali foi  sepultado (depois de decapitado em Jerusalém e trasladado para a Galiza - segundo reza a história). A Catedral foi construída em estilo românico, tendo sofrido depois várias reformas que lhe adicionaram elementos góticos, renascentistas e barrocos. Nos últimos anos está em permanente restauro, numa tentativa de corrigir erros de reformas passadas e de contraiar o peso da idade.

Quando chegámos dirigimo-nos à bilheteira, localizada na Praça do Obradoiro, e adquirimos bilhete para visitar a Catedral, os Telhados da Catedral e o respectivo Museu. Ficou por cerca de 15 euros e ainda obtivemos uma entrada gratuita para o mosteiro de Santa María La Real de Sar.

DSC03377.jpgDSC03368.jpgDSC03364.jpg

Começámos por subir aos Telhados. Esta parte da visita foi guiada. Acabou por ser a nossa parte preferida, porque ficámos a saber muitos dos segredos e história daquele local, para além de apreciar de perto as suas imponentes torres e vistas sobre a cidade. Das vistas destacam-se as inúmeras chaminés, que eram tanto maiores quanto a riqueza / importância de quem naquela casa habitava. Curioso!

DSC03355.jpgDSC03374.jpgDSC03376.jpgDSC03380.jpg

Seguiu-se a visita ao Museu, que mostra muito do espólio da Catedral, contando a história dos muitos séculos por ali vividos. Dentro do espólio ali presente vimos um dos mantos da "nossa" Rainha Santa Isabel.

DSC03407.jpg

E finalmente seguiu-se a visita aos Claustros e a entrada na majestosa Catedral! Bonita e imponente por dentro e por fora. Na Catedral não pudemos deixar de colocar as mãos sobre o manto da figura do apóstolo Santiago (pedindo um desejo) e visitar o seu túmulo, como manda a tradição.

DSC03415.jpgDSC03422.jpgDSC03426.jpgDSC03428.jpg

Quando a noite caiu tivemos de re-visitar a praça por detrás da Catedral, a Praça da Quintana... Pois na visita guiada aos terraços ouvimos a história de que todas as noites aparecia a silhueta de um peregrino reflectida na Catedral... E não é que aparece mesmo! Um jogo de luzes e sombras natural, fruto do acaso, faz com que num determinado ângulo, se veja o perfeito reflexo de um peregrino. Incrível!

DSC03500.jpgDSC03497.jpg

Para além da visita à Catedral, as quatro praças que a rodeiam – Obradoiro, Quintana, Imaculada e Pratarias – são de visita obrigatória. Assim como as ruas do centro histórico, onde se respiram séculos de história. Há literalmente uma igreja  e muitos edifícios históricos (como os da Universidade) em cada esquina!

DSC03495.jpgDSC03501.jpgDSC03482.jpg

Por desvendar ficam ainda alguns segredos de Santiago!

Amanhã serão desvendados...

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

A única Super Lua de 2017

por Os bloggers, em 04.12.17

A última Lua Cheia de 2017 que ocorreu no passado dia 3 de Dezembroi foi também a única Super Lua do ano.

Mas não desanimem, 2018 começa logo em grande com uma Super Lua no dia 1 de Janeiro!

O ano passado observámos a Super Lua de Novembro em Belém, podem ver o resultado da "sessão fotográfica" clicando aqui. Desta vez apanhámos a Super Lua na Figueira da Foz e este foi o resultado!

DSC03746.jpg

DSC03759.jpg

DSC03768.jpg

E vocês também repararam que a Lua tem estado maior e mais brilhante do que o habitual?

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:52


Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Links

  •  



  • subscrever feeds


    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.