Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



A Colina do Eléctrico

por Os bloggers, em 05.09.16

Antigamente os eléctricos prendiam de forma diferente a atenção de quem por eles passava, eram um importante meio de transporte... Hoje fazem cada vez mais parte da história, representam a tradição e por isso ganham uma magia e um charme especiais.

Adoramos o Eléctrico 28 (carreira 28), é simplesmente mágico e leva-nos por caminhos genuínos e cheios de vida, onde se respira Lisboa na mais pura essência.

DSC04959.jpgDSC04949.jpg

Desta vez fomos ao encontro de um Eléctrico da Série 617, que quiçá terá feito a carreira 28 - há registos de elétricos da série 617 a fazer a carreira 28 há cerca de 20 anos.

Este Eléctrico 617 em específico não sabemos concretamente em que ruas de Lisboa andou, fomos encontrá-lo num sítio improvável, a 200 km de Lisboa, abandonado, mas com aquele brilho que só alguns abandonados sabem ter, a dar nome a uma colina - A Colina do Eléctrico.

DSC04941.jpgDSC04943.jpgDSC04946.jpgDSC04952.jpg

A Colina do Eléctrico ergue-se sobre o mar, numa das encostas da Serra da Boa Viagem, na Figueira da Foz.

DSC04935.jpgDSC04955.jpg

Não sabemos como é que tal eléctrico foi ali parar,  mas asseguramos  que o Eléctrico 617 faz hoje as delícias que quem gosta de dar um bom click, ou não estivesse ele em sítio tão privilegiado para apreciar a cidade, a serra e o mar.

DSC04951.jpgDSC04939.jpg

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Figueira Film Art 2016

por Os bloggers, em 29.08.16

Luzes, câmara, acção!

O Figueira Film Art 2016 - Festival de Cinema da Figueira da Foz, decorre de 29 de Agosto a 4 de Setembro, com sessões distribuídas pelo Centro de Artes e Espectáculos, Casino da Figueira e Casa Havanesa. António Pedro Vasconcelos é o padrinho desta edição.

FFArt2016.png

 

A primeira edição do Festival Internacional de Cinema da Figueira da Foz decorreu em 1972. Este certame que atrai cinéfilos de todo o país e também do estrangeiro, foi durante três décadas o mais importante festival de cinema de Portugal, com filmes oriundos de uma grande variedade de cinematografias. Foi suspenso em 2002 por falta de verbas, mas regressou em 2014, aspirando adquirir a importância de outros tempos.

Há muitos filmes em exibição, a maioria portugueses, e vários prémios a concurso, por isso não percam este evento!

Ah! E podem sempre aproveitar para comer uma francesinha no Casino da Figueira, no âmbito do Festival da Francesinha.

Bons filmes!

 

Site oficial aqui.

Programa aqui.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:00

O Festival da Francesinha no Casino da Figueira da Foz já é um clássico. Este ano celebra-se a 10ª edição desta iniciativa. Se a memória não nos falha, marcámos presença em todas as edições.

IMG_20160813_222140.jpg

As francesinhas estão cada vez melhores!

Este ano para além da Francesinha de Vitela, existe também de Frango, Vegetariana e Calzone. Habitualmente optamos sempre pela clássica, o que não nos arrependemos nada, porque este ano quem escolheu as de frango não saiu tão satisfeito.

IMG_20160813_225252.jpg

Até 31 de Agosto as francesinhas estão à vossa (nossa) espera!Se estiverem por perto não percam este festival, onde Fransesinha + 2 cervejas + café = 5,5 euros.

Deliciem-se!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Roteiro Foodie | Praça 18

por Os bloggers, em 19.07.16

Desta vez fomos jantar mais ao centro, na bela cidade da Figueira da Foz, uma cidade com serra, rio, praia e mar. Perfeita para passar uns belos dias de Verão!

DSC01836.jpg

Na Figueira da Foz come-se genericamente bem e sem pagar muito. Já conhecemos muitos dos seus restaurantes, mas ainda não conhecíamos o Praça 18, localizado no número 18 da Praça General Freire de Andrade, uma praça junto ao rio Mondego, no coração da cidade.

IMG_20160716_205724.jpg

O espaço nasceu no local de uma antiga mercearia, a decoração remete o nosso imaginário para a infância, mais concretamente para a casa das avós. Tem apontamentos antigos, conjugados com outros mais modernos, que tornam o espaço giro, confortável e acolhedor.

IMG_20160716_205201.jpg

Da lista podemos seleccionar hambúrgueres (onde não faltam os vegetarianos), saladas e petiscos, bem como algumas tradicionais sobremesas.

Eramos 10 e escolhemos todos hambúrgueres. Os nossos foram o Pica no Chão (hambúrguer de frango com vegetais grelhados e alface) e o Gordo (com cerca de 300g de carne de vaca, bacon e alface).

Os 10 hambúrgueres surgiram numa tábua, que de imediato despertou as glândulas salivares.

IMG-20160718-WA0002.jpg

Globalmente eram bons, mas sem surpreender. Os hambúrgueres de vaca estavam um pouco passados demais; neste e nos restantes faltava um factor de ligação entre os vários ingredientes (um molho, queijo derretido, cebola caramelizada?...). Acompanhámos o hambúrguer com batatas fritas doces, que vinham com um molho de iogurte com hortelã muito saboroso e uma "limonada" de manga.

IMG_20160716_212906.jpgIMG_20160716_212817.jpg

Para sobremesa escolhemos Brownie de Chocolate com Frutos Secos e Bolo de Bolacha. O Bolo de Bolacha estava no ponto (desapareceu antes de conseguirmos tirar foto!), o Brownie, embora saboroso, estava um pouco seco tirando-lhe algum encanto.

IMG_20160716_220229.jpg

A refeição ficou a cerca de 11 euros por pessoa.

Apesar da refeição poder ter alguns pontos a melhorar, gostámos do espaço e ficámos com curiosidade de experimentar os petiscos e as tábuas, nomeadamente a Tábua Terra Mar e Serra com petiscos que nos remetem para estes 3 elementos.

 

Bons passeios, bons mergulhos e bons petiscos!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Dicas para o fim de semana #12

por Os bloggers, em 03.06.16

Parece que finalmente vamos ter um fim de semana com sol e algum calor.

Com as saudades que tínhamos do sol e do calor o que nos ocorre primeiro é.... VAMOS À PRAIA!!! Mas nós temos mais algumas sugestões.

 

1 - III Taça do Mundo de Velocidade - Canoagem - 03 Junho 2016 a 05 Junho 2016 (Montemor-o-Velho)

Durante 3 dias podemos ver alguns dos melhores canoístas do Mundo em competição no Centro de Alto Rendimento de Montemor o Velho. Portugal compete com 20 atletas com especial destaque para a Equipa Nacional Olímpica já apurada para o Rio 2016 composta por Fernando Pimenta (CNPlima), Emanuel Silva (SCportugal), João Ribeiro (SLBenfica), David Fernandes (CNFunchal), Teresa Portela (SLBenfica), Helder Silva (CNPrado) e Francisca Laia (SCPortugal).

A entrada é gratuita e nós garantimos que é um excelente espectáculo.

Se não puderem ir, podem acompanhar a Transmissão em Directo

 1646_1053943914650139_921515032953865082_n.jpg

 

2 - Museus com entrada gratuita - 05 de Junho 2016 (Todo o País)

É o primeiro Domingo do mês e por isso a entrada nos Museus geridos pela Direcção Geral do Património Cultural (DGPC) é gratuita.

A lista dos Museus pode ser consultada aqui.

DSC09705.jpg

 

3 - Santos Populares (Todo o País)

Já se festeja nas localidades em que o Santo António é padroeiro. Lisboa é sempre a cidade onde as festas são mais prolongadas e em alguns locais da cidade os festejos já começaram no dia 1.

Na Vila Berta, um dos locais mais emblemáticos das festas, começam hoje os arraiais que se prolongam até ao dia 12. A festa promete ser rija e colocar à prova os mais duros festeiros.

11380979_718521581606560_1426865865_n.jpg

 

4 - Feira do Livro - Lisboa

Está a decorrer a 83ª Feira do Livro de Lisboa, a entrada é gratuita e há muitas promoções para os amantes da leitura. Nós já fomos até lá e recomendamos a visita.

IMG_20160529_191120.jpg

 

5 - Festas da Cidade / São João 2016 - Figueira da Foz 

Também já começaram os festejos dos Santos Populares na Figueira da Foz. Entre 2 e 4 de junho podem degustar umas suculentas sardinhas na Festa da Sardinha no Pavilhão Multiusos e no dia 5 de Junho actuam os HMB na Praça do Forte. O programa é extenso e pode ser consultado aqui. As entradas são gratuitas.

mupie_festas_cidade2016.jpg

 

Bom fim de semana!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:30

O esquecido Mosteiro de Santa Maria de Seiça

por Os bloggers, em 06.04.16

O Mosteiro de Santa Maria de Seiça foi erguido por volta de 1162, no reinado de Dom Afonso Henriques, no centro de Portugal, mais propriamente em Seiça, muito perto da Figueira da Foz.

DSC01105.jpg

No reinado de D. Sancho I os estabelecimentos da Ordem de Cister sofreram uma drástica redução restando apenas duas filiações, uma em Alcobaça e outra no Mosteiro de Santa Maria de Seiça, passando este último a albergar uma comunidade de Monges Brancos. Após um período conturbado no reinado de D. João III, entre os Séculos XVI e XVII sofreu obras e passou a albergar o centro de estudos filosóficos da Ordem de Cister.

 

Entretanto no início do século passado, caía a monarquia e iniciava-se um futuro muito incerto para este importante monumento. O Mosteiro foi vendido a privados e estes novos proprietários transformaram-no numa unidade industrial de descasque de arroz, a qual terá terminado a sua laboração por volta de 1976. Ainda são visíveis alguns vestígios dessa transformação.

DSC01045.jpg

DSC01050.jpg

DSC01061.jpg

Ainda em 1834, depois da extinção das Ordens Religiosas, as talhas e os retábulos pétreos foram removidos e dispersos por várias igrejas do concelho.

Hoje o que vemos é um monumento e uma antiga unidade indústrial em ruínas. O Convento outrora ocupado monges e frades, é hoje habitação exclusiva de várias famílias de cegonhas.

DSC01039.jpg

 

DSC01035.jpg

DSC01032.jpg

DSC01069.jpg

DSC01075.jpg

No cimo do edifício crescem arbustos e existem ninhos estrategicamente colocados.

Ouve-se o silêncio da natureza, quebrado pelo vôo livre das cegonhas e de quando em quando pela passagem de comboios na linha do oeste.

DSC01057.jpg

DSC01091.jpg

DSC01077.jpg

DSC01080.jpg

A entrada no monumento está vedada por razões de segurança.

Em 2002 o Convento de Santa Maria de Seiça foi classificado como Imóvel de Interesse Público e em 2004 celebrou-se a escritura de compra do Mosteiro de Seiça por parte da Câmara Municipal da Figueira da Foz. O desejo de recuperação do monumento é grande, mas a verbas são demasiado avultadas para poderem ser asseguradas apenas pelo município.

DSC01099.jpg

DSC01024.jpg

Gostaríamos imenso que o Convento de Seiça recuperasse o encanto de outrora, podendo estar disponível para uso de todos nós, como Monumento ou quem sabe como uma pousada de charme.

DSC01109.jpg

Fonte da história: Wikipedia 

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Páscoa na Figueira da Foz

por Os bloggers, em 26.03.16

Estamos em pleno fim de semana Santo da Páscoa.

As festas, feriados, fins de semana grandes, soam a alegria e encontro com amigos e família. Sabe sempre bem!

DSC01117.jpg

A alegria das crianças é contagiante, o tempo começa a aquecer (embora este ano ainda não seja muito notório), os dias crescem...

Vamos lá caçar ovinhos de Páscoa, atacar uns folares (doces ou salgados), comer umas amêndoas e uns coelhos de chocolate!

 

Para além das tradicionais actividades para estes dias, temos uma excelente sugestão para vos fazer - e que tal um passeio até à Figueira da Foz?

Sim, na Figueira há bons planos para estes dias festivos. Por estes dias decorre nesta bela cidade o Mercado Medieval e o Jardim de Páscoa. A entrada em ambos os recintos é gratuita e têm várias actividades que agradam miúdos e graúdos.

DSC01158.jpg

O Mercado Medieval começou no dia 24 e termina no dia de Páscoa. Está localizado no coração da cidade, muito perto do mar, no Forte de Santa Catarina. Há comes e bebes, doçaria conventual, muita animação (com vários espectáculos medievais) e inúmeras barraquinhas de vendas, com tudo o que se possa imaginar - chás, sabonetes, incensos, velas, roupas, bijuteria, adereços, malas, enchidos... não faltam as cartomantes e os jogos medievais! Há de tudo!

DSC01120.jpg

DSC01125.jpg

DSC01137.jpg

 

A paisagem envolvente é também muito agradável, por isso não deixem de entrar no pequeno forte recentemente remodelado e de aproveitar as vistas, mesmo ao lado do antigo farol, que é hoje um marco da cidade.

DSC01141.jpg

DSC01131.jpg

 

O Jardim de Páscoa decorre no Jardim Municipal; foi inaugurado a 19 de Março e estende-se até 3 de Abril. Neste jardim há várias actividades para entreter os mais pequeninos, com actividades e uma decoração Pascoal.

 DSC01119.jpg

 

No próximo fim de semana, a 2 e 3 de Abril, já em tempo de Pascoela, a Figueira continua animada, pois realiza-se um evento dedicado à exposição e feira de veículos clássicos, com concentração na Praia do Relógio - Parque das Gaivotas.

 

Para além do que já referimos podem ainda apreciar a beleza da praia e da Serra da Boa Viagem, bem como ir espreitar os Flamingos na Ilha da Morraceira, a Cascata de Quiaios ou o antigo e o novo Farol do Cabo Mondego. Para quem quiser pernoitar sugerimos o Hotel Eurostars Oásis Plaza Figueira da Foz.

 

Boa Páscoa! Divirtam-se!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Cascata de Inverno

por Os bloggers, em 23.02.16

Quando pensamos em bonitos cenários produzidos pela natureza pensamos quase de imediato na Primavera ou no Verão, mas o Inverno também tem os seus encantos!

 

DSC06144.jpg

 

Querem um exemplo? Há bonitas cascatas que só podem ser admiradas em pleno Inverno e que no Verão estão completamente secas!

 

DSC06161.jpg

DSC06151.jpg

DSC06140.jpg

 

Este fim de semana visitámos novamente esta bela e recondita cascata. Escondida, longe dos olhares dos curiosos, não vem nos roteiros turisticos... Admirámos um cenário de grande beleza, num ambiente completamente natural e com pouca intervenção humana.

 

DSC00520.jpg

 

Curiosos? Vamos desvendar o local! A bonita cascata que visitámos localiza-se na encosta Norte da Serra da Boa Viagem, na freguesia de Quiaios, na Figueira da Foz. Para além da cascata, que corre alegremente entre arvoredo e vegetação, podemos também apreciar as ruínas de um antigo moinho de água. A água da ribeira que alimenta a cascata é alcalina, marcando com depósitos calcários e com cores características o leito da cascata, que corre no Inverno e seca no Verão.

DSC00566.jpg

DSC00559.jpg

DSC00555.jpg

A Cascata de Quiaios surge num local improvável, resultando num cenário mágico. É talvez o facto de surgir num local pouco provável, numa zona do país onde não estamos à espera de encontrar estes fenómenos da natureza, que torna este sítio ainda mais especial.

DSC00532.jpg

 

 Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:30

Concertos grátis hoje à noite

por Os bloggers, em 02.01.16

Está muito frio, mas é Ano Novo! Vamos festejar!

Temos três propostas grátis para hoje (02/01/2016) à noite, uma em Lisboa e duas na Figueira da Foz. Se estiverem por perto, toca a aproveitar!

Aqui vão as nossas sugestões:

 

- Os D.A.M.A actuam hoje às 22:00 no Terreiro do Paço, em Lisboa. É a banda da moda e será seguramente uma boa opção. Aliás, nós tivemos o prazer de assistir a uma excelente actuação dos D.A.M.A na Passagem de Ano na Figueira da Foz. Foi um momento de grande animação, logo a seguir a um bonito fogo de artíficio (as fotos não nos deixam mentir!).

DSC00023.jpg

DSC00040.jpg

 

- Também às 22:00, na Figueira da Foz, actuam o Marco Paulo e logo de seguida o Carlão. O concerto do Carlão foi adiado de ontem, devido ao mau tempo. São 2 concertos que prometem agradar a várias e diferentes gerações.

 

Divirtam-se!

 

  Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:00

As Termas (esquecidas) da Amieira

por Os bloggers, em 05.11.15

As Termas da Amieira (ou mais concretamente o que resta delas) localizam-se no concelho de Soure, muito perto da Figueira da Foz e de Montemor-o-Velho, no meio de belos campos de arrozais.

DSC08895.jpgHá relatos anteriores a 1900 que descrevem que no local existia uma capela, várias casas, hotel e vários balneários, que exploravam a milagrosa água, que recebeu vários prémios pelas suas qualidades terapêuticas, nomeadamente para as maleitas da pele. Numa altura em que a mobilidade era díficil, as termas contavam com cerca de 1200 a 1300 visitantes por ano. A água era tão abundante que, para além do uso local, chegava a ser distribuída por todo o país e exportada para África.

DSC08880.jpg

DSC08873.jpg

 DSC08881.jpg

Os anos de ouro das Termas da Amieira duraram até à década de 30/40, altura em que o hotel das termas deixou de funcionar (diz-se que por culpa de uma praga de mosquitos dos arrozais) e desta forma as pessoas que pretendiam tratamentos eram obrigadas a pernoitar na Figueira da Foz, a uma dúzia de km em linha recta, mas longe pelos acessos existentes na altura (e ainda hoje!).

Na década de 60 já apenas funcionava o balneário principal, estando os restantes edifícios abandonados, inclusivé a capela.

DSC08892.jpg

Actualmente todo o complexo balneário está em ruínas. A água mineral continua a brotar, junto ao portão de acesso do antigo complexo, ignorando todo o abandono que a rodeia. Apesar de tudo são muito os carros a parar para aproveitar a qualidade daquelas águas, abandonas, mas não esquecidas.

DSC08883.jpg

DSC08889.jpgContinua a ser um lugar mágico, onde há "peregrinos" em busca daquele elixir, que faz também a delícia de fotógrafos, escuteiros e amantes de paintball.

Na zona existem também as Termas da Azenha e do Bicanho, exploradas recentemente por pequenas unidades hotelereiras.

DSC08903.jpg

E a grande novidade, que surge imponente ao longe, cor-de-rosa sobre o verde dos arrozais, é um novo Palace Hotel & Spa de 4 estrelas, com cerca de 140 quartos, a nascer a 1-2 km da antiga zona termal da Amieira, prometendo devolver à Amieira a glória de outros tempos!

DSC08901.jpgJá saciámos o bichinho da exploração e da fotografia com a visita às antigas termas, agora falta experimentar o poder daquelas águas aquando da abertura do novo hotel. Estamos curiosos!

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D





Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.