Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Uma Adega Especial

por Os bloggers, em 16.05.17

Quando pensamos em ir jantar fora em Lisboa, vamos muitas vezes parar a Carnide... Fica perto de casa, há muitos restaurantes de comida típica portuguesa, come-se bem e não é caro!

Numa das últimas idas ao tradicional bairro de Carnide (cada vez mais bonito!), fomos parar à Adega de Carnide.

 

Não conhecíamos a Adega de Carnide, mas a ementa e o ar pitoresco e confortável do espaço convidaram-nos a entrar.

O espaço é relativamente pequeno, mas está bem organizado e garante um jantar mais tranquilo do que em espaços maiores na zona. Os funcionários são simpáticos e o atendimento é bastante eficaz (como se quer).

 

As boas surpresas continuaram quando a comida chegou à mesa. Pedimos Naco de Entremeada com Migas Alentejanas e Porto Preto com batata frita e ananás. O serviço foi rápido, a comida estava saborosa e quantidade foi bastante generosa (de tal forma que não sobrou espaço para a sobremesa).

IMG_20170430_212432.jpgIMG-20170515-WA0000.jpg

A refeição ficou a cerca de 25 euros para os dois.

IMG_20170430_215803.jpg

Tendo em conta que não era a nossa opção inicial, este espaço foi uma agradável surpresa e sem dúvida que teve entrada directa na nossa lista de recomendações.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Caminhada pelo Paço do Lumiar

por Os bloggers, em 11.05.17

No último fim de semana decidimos fugir dos principais pontos de atracção turística da cidade de Lisboa e fomos para a periferia. Entre algumas opções, acabámos por escolher o Paço do Lumiar.

O Paço do Lumiar é um dos 3 núcleos urbanos que integram a freguesia do Lumiar. Os terrenos do Paço do Lumiar eram propriedade do rei D. Afonso III, mais tarde foram doados por D. Dinis ao seu filho D. Afonso Sanches que se passaram a chamar de Paços do Infante D. Afonso Sanches, entretanto no reinado de D. Afonso IV esses terrenos receberam a designação que se mantém até hoje. Esta pequena povoação está repleta de belas e nobres quintas enquanto que nos terrenos limítrofes têm sido construídos condomínios, vivendas de luxo e até um extenso campo de golfe, mantendo-se esta zona como uma das mais nobres da cidade. 

DSC09570.jpgDSC09626.jpg

É aqui no Paço do Lumiar que estão instalados o Museu Nacional do Traje e o Museu Nacional do Teatro. Estes dois museus estão instalados em antigos palácios, o Museu Nacional do Traje está instalado no Palácio Angeja-Palmela e o Museu Nacional do Teatro está instalado no Palácio Monteiro-Mor. Estes palácios partilham o belíssimo Parque Botânico de Monteiro-mor, tendo este parque servido de cenário para o poema "No Lumiar" de Almeida Garrett. Sobre estes falaremos mais ao pormenor num próximo post.

 

A maioria dos palacetes e quintas encontram-se em bom estado, no entanto há alguns ao abandono, nomeadamente a Quinta de N. Senhora da Paz que curiosamente é património da Câmara Municipal de Lisboa e já apresenta sinais de vandalismo nos painéis de azulejos.  

DSC09562.jpgDSC09561.jpgDSC09559.jpg

Ao longo do passeio fomos encontrando alguns marcos históricos, como a casa onde faleceu o poeta Cesário Verde, quintas que foram residência de reis e rainhas, um antigo chafariz, bonitos painéis de azulejos e com a curiosidade, lá fomos espreitando alguns jardins destes palacetes. Este ano na rúbrica Lisbon Week que a Câmara Municipal promove todos os anos para destacar uma freguesia, foi possível visitar estas quintas e os seus belos jardins, mas com muita pena, não pudemos usufruir dessa oportunidade.

DSC09622.jpg

DSC09599.jpg

DSC09575.jpg

DSC09601.jpg

DSC09606.jpg

DSC09574.jpg

Como era muito comum na época, muitas das casas têm alminhas nas fachadas, algumas têm mesmo esculturas dos santos outras são painéis de azulejos. Passámos também pela Capela de São Sebastião e pela Igreja Paroquial do Lumiar.

DSC09638.jpgDSC09591.jpgDSC09596.jpgDSC09603.jpgDSC09610.jpgDSC09635.jpg

Das fachadas dos palacetes, destacamos a Quinta de São Sebastião na primeira foto do post, em baixo mostramos o pormenor da entrada da capela e a Quinta dos Azulejos (as duas fotos logo após a capela), são imponentes e muito belas, no entanto há outras que apresentam pequenos detalhes em azulejo que vale a pena admirar.

DSC09571.jpgDSC09641.jpgDSC09590.jpgDSC09594.jpgDSC09607.jpgDSC09576.jpg

Vale mesmo a pena caminhar por estas ruas para admirar este bonito património e se no final ficarem com fome, basta atravessar a Av. Padre Cruz e podem deliciar-se com os petiscos da taberna A Preciosa, a qual já vos falámos aqui.

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

A Quinta Real de Caxias

por Os bloggers, em 21.04.17

Ao navegar no Instagram, deparámo-nos com fotos de uma belíssimo jardim que pela legenda, seria em Caxias. Como é uma zona por onde o XY passa todos os dias no trajecto trabalho casa e vice-versa, ficou bastante intrigado e não descansou enquanto não descobriu o jardim das fotos, que se veio a revelar ser o Jardim da Quinta Real de Caxias!

DSC08334.jpgDSC08338.jpg

A Quinta Real de Caxias situa-se mesmo em frente à Estação de Comboios de Caxias, no entanto, mesmo para quem conhece a zona, passa muito despercebida. A Quinta foi mandada edificar na primeira metade do séc. XVIII pelo Infante D. Francisco, filho de D. Pedro II e D. Maria Sofia de Neuborg, prolongando-se a sua construção até ao início do séc. XIX.

DSC08296.jpg

O seu jardim é uma verdadeira obra de arte. Inspirado nos jardins do Palácio de Versalhes, encontramos lagos, jogos de água e arbustos com formas geométricas, a evocar os faustos barrocos. De salientar uma majestosa cascata visível de qualquer ponto do jardim, decorada com estátuas em terracota da escola de Machado de Castro. As estátuas representam uma cena mitológica, segundo a qual a Deusa Diana vinha tomar banho junto da gruta onde o seu amado pastor Endimião dormia um sono eterno. O topo da cascata serve também de miradouro sobre Caxias e o próprio jardim.

DSC08305.jpgDSC08306.jpgDSC08309.jpgDSC08310.jpg

O jardim foi alvo de um recuperação levada a cabo pela Câmara Municipal de Oeiras, tornando- se num dos elementos de maior interesse arquitetónico e histórico do concelho e que mereceu o Prémio Europeu atribuído à Recuperação de Jardins Históricos.

DSC08314.jpgDSC08323.jpgDSC08312.jpg

A entrada no jardim é gratuita e no Inverno é possível visitá-lo entre as 10h e as 18h e no Verão entre as 9h e as 21h.

O dia que escolhemos para o visitar é que estava um pouco escuro, a ameaçar com chuva, no entanto deu para visitar todo o jardim e ficar com vontade de voltar! E vocês, já conhecem?

DSC08318.jpgDSC08322.jpg

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

momondo Open World Awards

por Os bloggers, em 12.04.17

Para quem segue a nossa página do Facebook já está a par da nossa candidatura ao concurso Open World Awards – blogs que abrem o mundo promovido pela momondo

Sem Título.png

Decidimos efectuar a candidatura na categoria Blogs para chegar a mais leitores e desta forma continuar a espalhar as nossas experiências e os cantinhos escondidos que vamos descobrindo. Após as primeiras fases de candidatura e respectiva validação, eis que chegou o email que validava a nossa participação e que nos deixou radiantes!

 

Neste momento está a decorrer a fase de votos e é aqui que vocês também entram. Precisamos do vosso voto para seguir em frente e conseguir pelo menos um lugarzinho na cerimónia que decorrerá em Lisboa. Por isso, se puderem perder 30 segundinhos do vosso tempo para votar e partilhar com os vossos amigos, agradecemos mesmo muito! Para o fazer podem clicar na imagem em cima ou no link em baixo.

Esta fase da votação decorre até ao dia 30 de Abril e podem votar uma vez por dia.

Por agora resta-nos agradecer muito a vossa atenção!

 

Votar em Blog: https://goo.gl/q7LOjJ

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:15

A beleza das Cascatas do Rio Mourão

por Os bloggers, em 29.03.17

Não nos cansamos de descobrir cantos e recantos deste belo Portugal e quanto mais descobrimos mais percebemos que há muito por descobrir e que temos locais maravilhosos!

No último fim de semana solarengo fomos descobrir a Cascata do Rio Mourão, em Anços, Montelavar, muito perto de Sintra.

DSC08566.jpgDSC08535.jpg

A melhor forma de lá chegar é utilizar a estrada que liga Pêro Pinheiro a Negrais, desviar para Anços e procurar a placa indicativa da Cascata. O carro deve ser deixado nas imediações da placa. Aconselhamos o uso de calçado confortável para caminhada em terreno irregular, apesar de haver um caminho bem definido, o piso é irregular e com algumas pedras soltas, pelo que se recomenda também algum cuidado.

DSC08518.jpg

DSC08562.jpg

O dia estava Primaveril e cruzámo-nos com alguns grupos de pessoas a ir e a voltar da Cascata.

Seguimos por caminhos propositadamente construídos entre a vegetação e as ruínas de azenhas, o som da água corrente e saltitante deixa-nos perceber que aquele é o caminho certo, o entusiasmo cresce e começamos a vislumbrar um riacho. Descemos até junto da água e a montante ergue-se a cascata! É um sítio muito bonito!

 DSC08521.jpgDSC08559.jpg 

A paisagem serviu de palco para um mini-piquenique, numa das muitas rochas que ali existem e que parecem ter sido colocados no local para esse efeito, Serviu também como pano de fundo para muitas fotos!

DSC08555.jpgDSC08542.jpg

Já conhecem o local? Sugerimos uma visita!

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Voltámos ao Arigato para soprar as velinhas

por Os bloggers, em 23.03.17

Ontem o XY celebrou mais um aniversário, por isso foi dia de festejar e para tal fomos a um dos nossos restaurantes preferidos, o Arigato no Campo Pequeno. Adoramos sushi! Não é novidade...

IMG_20170322_202930.jpg

Como já vos tínhamos dito, no Arigato o sushi é fresco, o sashimi excelente, a variedade enorme, os funcionários simpáticos, o espaço agradável... Impossível resistir! E funciona em regime de buffet, com reposição super rápida e eficiente, por isso ninguém sai de lá com fome.

Já lá não íamos há uns tempos... E tivemos uma surpresa... Agora, para além das peças que retiramos do espaço próprio do buffet, os funcionários vão levando uns pequenos miminhos de sushi às mesas. São peças diferentes, originais e muito saborosas. A lista de chás e de sobremesas também cresceu. No final o preço manteve-se igual. É de facto importante inovar neste tipo de aspectos, para continuar a cativar os antigos clientes e atrair novos.

É caso para dizer que não é só o XY que está de parabéns, as boas iniciativas também se aplaudem!

75anospernalonga.jpg

Bom apetite!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

De novo na Restaurant Week - O Nobre

por Os bloggers, em 10.03.17

Voltámos à Restaurant Week, desta vez o restaurante eleito foi O Nobre by Justa Nobre, que ambos tínhamos curiosidade de conhecer há algum tempo.

O Nobre, da conhecida Chefe Justa Nobre, fica no centro de Lisboa, junto ao Campo Pequeno, num sítio muito fácil de chegar. Até costumamos ir muitas vezes para aquela zona, mas a nossa paixão por sushi conduz-nos cegamente até ao Arigato...

Mas desta vez desviámos a nossa atenção do sushi e lá fomos conhecer O Nobre. O espaço físico é acolhedor e confortável e fomos recebidos com a simpatia e bom humor do Sr. Nobre.

 

O menu d'O Nobre para a Restaurante Week inclui:

- Entrada: Sopa de Santola ou Folhado de Queijo de Cabra e Maçã com Salada Verde e Frutos Secos

- Prato principal: Espetada de Garoupa e Manga com Arroz Malandrinho de Lima e Coentros ou Coxa de Pato Confitada em Cerveja Bohémia e Quinoa de Vegetais

- Sobremesa: Mousse de Chocolate Branco com Iogurte Grego e Lascas de Abacaxi ou Pudim de Abade Priscos (no dia em que fomos o Pudim foi substituído por Bolo de Chocolate Quente com Gelado de Natas)

IMG_20170306_222645.jpg

Para entrada ambos escolhemos a famosa Sopa de Santola da Chefe Justa Nobre, para prato principal e para as sobremesas cada um escolheu uma das diferentes opções disponíveis.

IMG_20170306_223323.jpgIMG-20170309-WA0006.jpg

Apesar de termos gostado, não ficámos tão encantados com a Sopa de Santola quanto estávamos à espera... A expectativa talvez fosse muito alta, mas o nosso paladar ansiava por algo mais genuíno. Os pratos principais estavam bastante saborosos e bem confeccionados, mas também estávamos à espera de algo mais para um restaurante em que o preço médio por pessoa já se torna um pouco alto para algumas carteiras. O melhor estava mesmo reservado para o fim, as sobremesas estavam deliciosas e salvaram a experiência! 

IMG_20170306_225220.jpgIMG-20170309-WA0005.jpg

Bem, zelando pela saúde da nossa carteira (que tende a diminuir de volume) e do nosso peso (que tende a aumentar) vamos entrar de dieta o resto do mês!!!

Quanto a vocês, se ainda não foram à Restaurant Week, não percam a oportunidade de degustar uma saborosa refeição de autor e ao mesmo tempo contribuir para uma causa social!

Esta edição termina já este Domingo! As reservas e menus para a Restaurant Week encontram-se aqui.

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Fomos ao Largo na Restaurant Week

por Os bloggers, em 06.03.17

Está de volta mais uma edição da Restaurant Week e, como tem sido hábito nas últimas edições, fomos ao evento, que decorre em vários pontos do país, de 2 a 12 de Março.

A Restaurant Week visa a democratização do acesso à restauração de luxo, contribuindo em simultâneo para causas nobres. Desta forma os restaurantes aderentes apresentam um determinado menu a 20 euros, dos quais 1 euro reverte a favor de uma causa social.

Desta vez o restaurante escolhido foi o Restaurante Largo no Chiado. Um dos nós já conhecia o espaço e o outro estava super curioso para conhecer. Foi a oportunidade perfeita e correu muito bem!

 

O Largo é um restaurante com uma decoração moderna e sofisticada (de onde se destaca um original aquário de medusas), mas ao mesmo tempo tem um ambiente acolhedor e descontraído, com vários espaços muito bem divididos. Perfeito para um jantar entre amigos ou até para uma ocasião especial.

IMG_20170227_204338.jpg

O menú do Largo para a Restaurante Week inclui:

- Entrada: Creme de ervilhas com Bacon ou Ovo em Baixa Temperatura com Espuma de Batata, Pato Confitado e Chouriço

- Prato principal: Lombinho de Robalo ou Empadão de Pato Trufado

- Sobremesa: Gratinado de Maçã ou Creme Brulée

IMG_20170227_211633.jpg

Para entrada ambos escolhemos o Ovo em Baixa Temperatura com o Pato Confitado, para prato principal e para as sobremesas cada um escolheu uma das opções. A comida estava óptima, muito bem confeccionada e saborosa, num ambiente super agradável!

IMG_20170227_215108.jpgIMG-20170305-WA0002.jpgIMG_20170227_221810.jpgIMG-20170305-WA0001.jpg

Não percam a oportunidade de degustar uma saborosa refeição de autor e ao mesmo tempo contribuir para uma causa social!

As reservas e menús para a Restaurant Week encontram-se aqui.

Recomendamos vivamente o Largo, quer para esta ocasião, quer noutra!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

Voltámos ao Frankie Hot Dogs

por Os bloggers, em 03.03.17

Mas desta vez fomos ao espaço recém estreado no Saldanha.

Este novo espaço fica no número 13 da Rua Alves Redol, mesmo do outro lado da rua do Instituto Superior Técnico.

IMG_20170301_221628.jpg

Quando chegámos ficámos um pouco intrigados com o tamanho da sala, ficámos na fila para fazer o pedido e enquanto víamos a carta tivemos a primeira surpresa, há cachorros diferentes do espaço do Campo Grande e todos com um aspecto delicioso, se a escolha já era difícil, agora tornou-se um pouco mais. Pedido efectuado e à semelhança do Frankie do Campo Grande, podemos ir para a mesa que entretanto o nosso pedido chegará até nós. É quando descemos as escadas que temos a segunda surpresa, uma sala ampla com bastante luz e decoração estilo industrial vintage, bem diferente da sala de entrada.

IMG-20170302-WA0001.jpg

Para matar a fome porque já se fazia tarde, escolhemos a Frankiesinha e o Cherry Dog, umas batatas fritas com ervas, uma limonada, uma limonada de maracujá e um cheesecake de manga.

IMG_20170301_214051.jpgIMG-20170302-WA0000.jpg

A Frankiesinha como o próprio nome sugere, remete-nos para a francesinha, o molho de francesinha estava bom mas no geral é um cachorro que precisa de uma "afinação" para atingir o objectivo. O Cherry Dog estava delicioso, a salsicha de frango é muito saborosa e todos os ingrediente ligavam muito bem, foi mesmo uma agradável surpresa e já está na nossa lista de favoritos. As limonadas e o cheesecake estavam igualmente deliciosos, no entanto, achámos as batatas fritas demasiado fritas e secas, um ponto que nos desiludiu porque adoramos as batatas do espaço do Campo Grande.

IMG_20170301_220709.jpg

O total para os dois ficou em cerca de 15€.

No geral gostámos muito deste novo espaço e tendo uma ementa diferente permite-nos variar de zona para jantar, mas vai ser complicado decidir a qual dos dois vamos!

Bom apetite!

 

 Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00

A Lagoa Azul

por Os bloggers, em 08.02.17

Num dos últimos fins de semana em que o sol brilhou, não nos deixámos vencer pela preguiça e pelo frio e partimos à descoberta de mais um cantinho que nos andava a "chamar" há algum tempo.

Esta cantinho que vos trazemos hoje é a Lagoa Azul. Fica muito pertinho de Lisboa, no sopé da mística Serra de Sintra.

DSC07481.jpg

Apesar da proximidade de Lisboa esta lagoa passa despercebida à maioria, no entanto, para os fãs do Rally de Portugal não traz as melhores memórias visto que foi no troço da Lagoa Azul que aconteceu o fatídico acidente de 1986. 

DSC07451.jpgDSC07434.jpg

A zona é de fácil acesso tanto a pé como de carro e existe algum espaço que permite o estacionamento mesmo junto à Lagoa. É um local muito agradável para caminhadas pelos trilhos que existem em redor, para passear os animais ou simplesmentar desfrutar do silêncio da natureza (se não houverem provas no Autódromo) e da fauna local.

DSC07431.jpgDSC07463.jpg

Na Lagoa podemos encontrar carpas, mexilhão de água doce, cágados e algumas aves como o pato bravo, o chapim-rabilongo, o chapim-carvoeiro, rolas e pombas. Apesar da abundante biodiversidade e do aspecto calmo, não é aconselhável ir a banhos na Lagoa porque a água é imprópria para a prática balnear.

DSC07477.jpgDSC07479.jpg

Seguindo a estrada em direcção a Cascais, ou indo pelos trilhos pedonais na mesma direcção, encontramos a Barragem do Rio da Mula, outro fantástico lugar para desfrutar da Natureza.

DSC07485-2.jpg

Já conheciam ou já fizeram algum dos trilhos que por ali se encontram?

Bons passeios!

 

Coodernadas:
38° 46' 5.0333'' N

9° 23' 59.3387'' W 

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 10:00


Mais sobre mim

foto do autor


Sigam-nos


O melhor blog do mundo


Instagram




Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D




subscrever feeds


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.