Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O Melhor Blog do Mundo

Porque as coisas boas da vida têm mais sabor quando são partilhadas...

Um passeio pelo Cais do Ginjal

18.08.16 | Os bloggers

Já há algum tempo que tínhamos em mente fazer uma passeio por Cacilhas e pelo Cais do Ginjal na margem Sul do Tejo.

Chegou o dia! O que andávamos a perder!!!

DSC04577.jpg

Apanhámos o cacilheiro "Campolide" no Cais do Sodré e em menos de 10 minutos estávamos em Cacilhas. A viagem pelo Tejo oferece-nos desde logo uma magnífica vista de Lisboa.

DSC04507.jpgDSC04513.jpgDSC04502.jpg

Pés em terra e começámos por explorar a doca seca, que fica à esquerda de quem desembarca. Na doca seca admirámos o antigo submarino Barracuda e depois "embarcámos" na Fragata Dom Fernando II e Glória.

DSC04523.jpgDSC04529.jpg

Esta fragata navegou entre 1845 e 1878 e foi o último navio de guerra inteiramente à vela da Marinha Portuguesa. Actualmente funciona como navio museu, pertencendo ao Museu da Marinha. Este belo navio foi recuperado no final na década de 90 e recebeu milhares de visitantes na Expo 98. A visita ao seu interior permite um mergulho na nossa história, por mares nunca dantes por nós navegados, onde podemos ver os canhões, salas de refeições, cozinha, enfermaria, farmácia... Tudo devidamente identificado e conservado. A entrada é 4 euros por pessoa. Gostámos bastante da visita.

DSC04544.jpgDSC04547.jpgDSC04554.jpgDSC04560.jpgDSC04571.jpg

Voltámos a desembarcar e fomos em direcção ao Cais do Ginjal. Apreciámos a cada passo a imensidão do Tejo e a vista abrangente de Lisboa através da outra margem. O calor não era exagerado e a brisa vinda do Tejo tornou o nosso passeio soberbo!

DSC04522.jpgDSC04578.jpgDSC04581.jpg

Aconselhamos vivamente este passeio!

Após 10 a 15 minutos de caminhada pelo Cais do Ginjal, em direcção à Ponte 25 de Abril, chega-se a um recanto quase mágio, onde dois restaurantes fazem as delícias do cenário - o Ponto Final e o Atira-te ao Rio. Vamos seguramente voltar para um refeição por essas paragens. Percebemos que a reserva de mesa é fundamental.

DSC04596.jpgDSC04679.jpgDSC04599.jpgDSC04677.jpgDSC04613.jpgDSC04618.jpg

Subimos no Elevador Panorâmico da Boca do Vento (1 euro ida e volta) e desfrutámos de um gelado na esplanada aí existente enquanto admirávamos a paisagem.

DSC04654.jpgDSC04640.jpgDSC04648.jpgDSC04655.jpg

Recuperadas as energias, foi altura de fazermos o trajecto inverso e regressar à Margem Norte do Rio Tejo. Gostámos mesmo deste cantinho que está à vista de todos mas que passa despercebido!

Bons passeios!

 

Acompanhem-nos também no Facebook e no Instagram.

 

 

6 comentários

Comentar post